Licitar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Adesão ao Programa Nacional de Retomada de Obras da Saúde encerra dia 15 de março

O prazo para os Municípios aderirem ao Programa Nacional de Retomada de Obras na área de Saúde termina no próximo dia 15 de março. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) alerta sobre o encerramento do período de 60 dias – previsto na Portaria 3.084/2024 do Ministério da Saúde (MS) – para manifestar interesse na reativação de obras por meio do InvestSUS, no item Quero Manifestar Interesse.

Instituído pela Lei 14.719/2023 e regulamentado pela portaria, o Pacto Nacional pela Retomada de Obras e de Serviços de Engenharia na Saúde prevê a reavaliação, repactuação ou reativação de obras paradas e/ou inacabadas. De acordo com o MS, o objetivo do programa é concluir mais 6,3 mil obras de equipamentos de saúde paradas em todas as regiões do país, das quais, 4 mil são Unidades Básicas de Saúde (UBS). A intenção do governo é investir até R$ 3,7 bilhões, a partir da manifestação de interesse (MI) por parte dos Municípios.

Um levantamento da Confederação apontou a existência de obras paradas em mais de 2,4 mil Municípios do país, o que correspondia a R$ 42,4 bilhões até julho de 2023. A entidade lembra que a portaria é resultado do trabalho do movimento municipalista, e as obras retomadas serão atualizadas, de acordo com o Índice Nacional de Custo da Construção Civil (INCC). Contudo, a CNM destaca a necessidade de avanços, inclusive de recursos para equipamentos e funcionamento dos novos serviços. Corre o risco de o Município custear a demanda sem apoio federal a longo prazo.

Após cadastrar interesse no programa, se o Município for contemplado, as obras terão de ser concluídas em 24 meses, prorrogáveis uma vez pelo mesmo período. Os gestores que desejam saber mais sobre o tema podem participar dos Seminários Técnicos da próxima terça-feira, 12 de março, com o tema Fortalecendo os Municípios: Novas Regras de Emendas Especiais, Transferências da União e Retomada de Obras da Saúde.

Da Agência CNM de Notícias, com informações do Correio Brasilienze

Comente o que achou:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas

CNM alerta para mudanças no CBO de agentes comunitários de saúde

CNM alerta para mudanças no CBO de agentes comunitários de saúde

Nos últimos dias, a área técnica de Saúde da Confederação Nacional de Municípios (CNM) vem recebendo ligações a respeito de dúvidas por conta da Portaria 1.546 da Secretaria de Atenção Especializada à

Vai à sanção projeto de lei que altera o Estatuto da Cidade reforçando a mobilidade urbana nos estudos de impacto de vizinhança

Vai à sanção projeto de lei que altera o Estatuto da Cidade reforçando a mobilidade urbana nos estudos de impacto de vizinhança

O Congresso Nacional enviou para sanção presidencial o Projeto de Lei 169/2020, que reforça no Estatuto da Cidade - Lei federal 10.257 de 2001 - a análise da Mobilidade Urbana nos Estudos de

Aprovado pela Câmara, seguro obrigatório de veículos será debatido no Senado

Aprovado pela Câmara, seguro obrigatório de veículos será debatido no Senado

Aprovado pela Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei Complementar (PLP) 233/2023, que cria seguro obrigatório para cobrir danos pessoais causados por veículos automotores em vias terrestres ou por suas cargas,

Diário Oficial da União regulamenta Programa de EquipaDH+

Diário Oficial da União regulamenta Programa de EquipaDH+

O Diário Oficial da União da quinta-feira, 4 de abril, trouxe a publicação da Portaria 222/2024. A medida regulamenta o Programa de Equipagem, de Modernização da Infraestrutura e de Apoio ao

Prazo para disposição final ambientalmente adequada de rejeitos encerra em agosto; saiba mais informações sobre o tema

Prazo para disposição final ambientalmente adequada de rejeitos encerra em agosto; saiba mais informações sobre o tema

Termina no dia 2 de agosto deste ano o prazo de encerramento dos lixões para os Municípios com população inferior a 50 mil habitantes. Na prática, a legislação determina que

Marco regulatório do Sistema Nacional de Cultura é sancionado

Marco regulatório do Sistema Nacional de Cultura é sancionado

O Diário Oficial da União de sexta-feira, 5 de abril, trouxe a sanção da Lei 14.835/2024. Assinada pelo presidente da República, a medida institui o marco regulatório do Sistema Nacional de Cultura