Licitar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Prefeito e pregoeira de Tibagi são multados por rejeitar recurso em licitação

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Paraná multou o prefeito do Município de Tibagi, Artur Ricardo Nolte (gestão 2021-2024), e a pregoeira Aline Mendes de Moura Rentz. As sanções, no valor de R$ 5.305,20 cada um, foram aplicadas devido a uma impropriedade no Pregão Eletrônico nº 8/2022 cujo objetivo é contratação do fornecimento de café da manhã e da tarde para os filiados à Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis desse município da Região dos Campos Gerais. O preço máximo do certame foi de R$ 195.500,00.  Cabe recurso da decisão.

Os membros do TCE-PR julgaram parcialmente procedente Representação da Lei nº 8.666/1993 (Lei de Licitações e Contratos) formulada pela empresa Eron de Jesus Lopes, por meio da qual alegou que não foi dada oportunidade de recurso após a declaração da licitante que venceu o certame. A representante apresentou manifestação da intenção de recorrer da decisão no momento adequado, via sistema informatizado. Apesar disso, a pregoeira rejeitou o ato.   

 Na avaliação do processo, o relator, conselheiro Maurício Requião, enfatizou que o fato de a pregoeira ter rejeitado o recurso da decisão caracteriza infração à Lei de Licitações e Contratos. O relator lembrou, ainda, que o Tribunal de Contas da União (TCU já firmou entendimento no sentido de que não cabe ao pregoeiro rejeitar a intenção de recurso apresentada aos licitantes no decorrer do pregão eletrônico.  

A rejeição da intenção de recurso cometida pela pregoeira está em contrariedade ao disposto nos artigos  1º, 2º e 4º, incisos XVIII e XX, da Lei 10.520/2002, e também do artigo 44, inciso 3º, do Decreto 10.024/2019, motivo pelo qual os membros do TCE acolheram a Representação e votaram pela aplicação das multas ao prefeito e à pregoeira de Tibagi.

A sanção está prevista no artigo 87, inciso IV, alínea “g”, da Lei Orgânica do TCE-PR (Lei Complementar Estadual nº 113/2005). A multa administrativa corresponde a 40 vezes o valor da Unidade Padrão Fiscal do Estado do Paraná (UPF-PR). O indexador, que tem atualização mensal, vale R$ 132,63 em junho, mês em que o processo foi julgado. 

Decisão  

Em seu voto, o relator seguiu o entendimento manifestado na instrução da Coordenadoria de Gestão Municipal (CGM) e no parecer do Ministério Público de Contas (MPC-PR) a respeito do caso. 

Os demais membros do órgão colegiado do TCE-PR acompanharam o voto do relator por unanimidade, na Sessão de Plenário Virtual nº 10/23 do Tribunal Pleno, concluída em 7 de junho. Cabe recurso contra a decisão expressa no Acórdão nº 1463/23 – Tribunal Pleno, disponibilizado em 4 de julho, na edição nº 3.013 do Diário Eletrônico do TCE-PR (DETC).

Serviço   

Processo nº:   212450/22   
Acórdão nº:   1463/23 – Tribunal Pleno   
Assunto:   Representação da Lei nº 8.666/1993   
Entidade:   Município de Tibagi 
Interessados:   Aline Mendes de Moura Rentz, Artur Ricardo Nolte e Eron de Jesus Lopes  
Relator:   Conselheiro Maurício Requião de Mello e Silva   

Fonte: TCE/PR

Comente o que achou:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas

CNM alerta para mudanças no CBO de agentes comunitários de saúde

CNM alerta para mudanças no CBO de agentes comunitários de saúde

Nos últimos dias, a área técnica de Saúde da Confederação Nacional de Municípios (CNM) vem recebendo ligações a respeito de dúvidas por conta da Portaria 1.546 da Secretaria de Atenção Especializada à

Vai à sanção projeto de lei que altera o Estatuto da Cidade reforçando a mobilidade urbana nos estudos de impacto de vizinhança

Vai à sanção projeto de lei que altera o Estatuto da Cidade reforçando a mobilidade urbana nos estudos de impacto de vizinhança

O Congresso Nacional enviou para sanção presidencial o Projeto de Lei 169/2020, que reforça no Estatuto da Cidade - Lei federal 10.257 de 2001 - a análise da Mobilidade Urbana nos Estudos de

Aprovado pela Câmara, seguro obrigatório de veículos será debatido no Senado

Aprovado pela Câmara, seguro obrigatório de veículos será debatido no Senado

Aprovado pela Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei Complementar (PLP) 233/2023, que cria seguro obrigatório para cobrir danos pessoais causados por veículos automotores em vias terrestres ou por suas cargas,

Diário Oficial da União regulamenta Programa de EquipaDH+

Diário Oficial da União regulamenta Programa de EquipaDH+

O Diário Oficial da União da quinta-feira, 4 de abril, trouxe a publicação da Portaria 222/2024. A medida regulamenta o Programa de Equipagem, de Modernização da Infraestrutura e de Apoio ao

Prazo para disposição final ambientalmente adequada de rejeitos encerra em agosto; saiba mais informações sobre o tema

Prazo para disposição final ambientalmente adequada de rejeitos encerra em agosto; saiba mais informações sobre o tema

Termina no dia 2 de agosto deste ano o prazo de encerramento dos lixões para os Municípios com população inferior a 50 mil habitantes. Na prática, a legislação determina que

Marco regulatório do Sistema Nacional de Cultura é sancionado

Marco regulatório do Sistema Nacional de Cultura é sancionado

O Diário Oficial da União de sexta-feira, 5 de abril, trouxe a sanção da Lei 14.835/2024. Assinada pelo presidente da República, a medida institui o marco regulatório do Sistema Nacional de Cultura