Licitar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

CGU apura fraudes em despesas para fornecimento de leite em Pernambuco

Operação Desnatura, com PF e RFB, investiga crimes relacionados à execução de convênios pela Secretaria de Desenvolvimento Agrário no âmbito do PAA

Controladoria-Geral da União (CGU) participa, nesta terça-feira (13/06), da Operação Desnatura. O trabalho é realizado em parceria com a Polícia Federal (PF) e com a Receita Federal do Brasil (RFB). O objetivo é apurar crimes relacionados à execução de convênios com recursos repassados pelo Governo Federal à Secretaria de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco no âmbito do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). 

Investigações 

O trabalho é um desdobramento da Operação Lácteos, deflagrada em 2022, que investiga empresários do ramo de laticínios que, mediante cooptação de ao menos uma cooperativa de produtores de leite, lograram participar da execução dos convênios. A suposta organização criminosa teria desviado parte dos recursos destinados à cooperativa e incorporado esses valores desviados ao patrimônio dos seus integrantes após atos de lavagem de dinheiro. 

A Operação Desnatura investiga evidências de que irregularidades semelhantes ocorreram em transações referentes a outras cooperativas e a outros laticínios que também participaram do fornecimento de leite no âmbito dos convênios sob exame. Além disto, foram verificados indícios de outros crimes por parte da organização investigada, que também fornece leite para merenda escolar, dentre os quais destacam-se crimes contra a saúde pública, obstrução à Justiça e de falsidade ideológica. As irregularidades investigadas incluem: pagamentos de despesas inelegíveis com recursos do PAA-Leite, fraudes nas aquisições de leite in natura de agricultores familiares e entrega de produto com características incompatíveis com as pactuadas e impróprio para a finalidade do programa. 

No período de 2013 a 2022, os convênios em que teriam ocorrido essas fraudes totalizaram recursos da ordem de R$ 192 milhões, dos quais cerca de R$ 153 milhões foram de origem federal. 

Impacto Social 

Por meio do Programa de Aquisição de Alimentos podem ser realizadas compras públicas de produtos da agricultura familiar para serem distribuídos a pessoas em situação de insegurança alimentar, gerando renda no campo e contribuindo para o combate à fome. 

Desse modo, além de auxiliar os demais órgãos na elucidação das supostas infrações penais, a participação da CGU nas apurações contribui para impedir que alimentos adulterados e impróprios para consumo continuem a ser distribuídos, bem como ajuda a dar efetividade à geração de renda aos agricultores beneficiados pelo PAA. 

Diligências 

A Operação Desnatura consiste em cumprimento de mandados de prisão preventiva (6), busca e apreensão (7), quebra de sigilo fiscal (12), quebra de sigilo bancário (58), bloqueio de bens (32) e afastamento de atividade econômica (3). As diligências acontecem nos municípios de Recife (PE), Gravatá (PE), Itaíba (PE) e Campina Grande (PB). O trabalho conta com a participação de 60 policiais federais e seis auditores da RFB, além de auditores da CGU que atuarão nas análises das informações obtidas. 

Os investigados poderão responder por crimes contra a saúde pública e por crimes como os de obstrução à Justiça, falsidade documental, estelionato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. 

A CGU, por meio da Ouvidoria-Geral da União (OGU), mantém a plataforma Fala.BR para o recebimento de denúncias. Quem tiver informações sobre esta operação ou sobre quaisquer outras irregularidades, pode enviá-las por meio de formulário eletrônico. A denúncia pode ser anônima, para isso, basta escolher a opção “Não identificado”. 

O cadastro deve seguir, ainda, as seguintes orientações: No campo “Sobre qual assunto você quer falar”, basta marcar a opção “Operações CGU”; e no campo “Fale aqui”, coloque o nome da operação e a Unidade da Federação na qual ela foi deflagrada.

Fonte: CGU Notícias

Comente o que achou:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas

CNM alerta para mudanças no CBO de agentes comunitários de saúde

CNM alerta para mudanças no CBO de agentes comunitários de saúde

Nos últimos dias, a área técnica de Saúde da Confederação Nacional de Municípios (CNM) vem recebendo ligações a respeito de dúvidas por conta da Portaria 1.546 da Secretaria de Atenção Especializada à

Vai à sanção projeto de lei que altera o Estatuto da Cidade reforçando a mobilidade urbana nos estudos de impacto de vizinhança

Vai à sanção projeto de lei que altera o Estatuto da Cidade reforçando a mobilidade urbana nos estudos de impacto de vizinhança

O Congresso Nacional enviou para sanção presidencial o Projeto de Lei 169/2020, que reforça no Estatuto da Cidade - Lei federal 10.257 de 2001 - a análise da Mobilidade Urbana nos Estudos de

Aprovado pela Câmara, seguro obrigatório de veículos será debatido no Senado

Aprovado pela Câmara, seguro obrigatório de veículos será debatido no Senado

Aprovado pela Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei Complementar (PLP) 233/2023, que cria seguro obrigatório para cobrir danos pessoais causados por veículos automotores em vias terrestres ou por suas cargas,

Diário Oficial da União regulamenta Programa de EquipaDH+

Diário Oficial da União regulamenta Programa de EquipaDH+

O Diário Oficial da União da quinta-feira, 4 de abril, trouxe a publicação da Portaria 222/2024. A medida regulamenta o Programa de Equipagem, de Modernização da Infraestrutura e de Apoio ao

Prazo para disposição final ambientalmente adequada de rejeitos encerra em agosto; saiba mais informações sobre o tema

Prazo para disposição final ambientalmente adequada de rejeitos encerra em agosto; saiba mais informações sobre o tema

Termina no dia 2 de agosto deste ano o prazo de encerramento dos lixões para os Municípios com população inferior a 50 mil habitantes. Na prática, a legislação determina que

Marco regulatório do Sistema Nacional de Cultura é sancionado

Marco regulatório do Sistema Nacional de Cultura é sancionado

O Diário Oficial da União de sexta-feira, 5 de abril, trouxe a sanção da Lei 14.835/2024. Assinada pelo presidente da República, a medida institui o marco regulatório do Sistema Nacional de Cultura