Licitar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Cosems-AL participa de reunião com MPF para discutir enfrentamento da meningite 

O aumento de casos da meningite meningocócica em Maceió motivou esta semana o procurador regional dos Direitos dos Cidadãos, Bruno Lamenha, do Ministério Público Federal (MPF) a se reunir com representantes do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems-AL), Secretaria Municipal de Saúde de Maceió e da Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau) para discutir ações conjuntas para o enfrentamento do surto de meningite na capital alagoana.

Na ocasião, o MPF deu dez dias para os órgãos encaminharem o relatório de atividades preventivas e combativas. Na última semana, o Ministério da Saúde reconheceu o surto de meningite meningocócica em Maceió e, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Sesau, até essa terça-feira (19) foram registrados em Alagoas 29 casos de meningite meningocócica, com 11 óbitos da doença no estado. Do Cosems-AL, participaram das discussões a vice-presidente Paula Gomes e a assessora técnica Kathleen Moura.

A meningite é considerada um grave problema de saúde pública, pela sua magnitude, potencial de transmissão, patogenicidade e relevância social.

A transmissão da doença ocorre por meio do contato de pessoa a pessoa por meio de secreções respiratórias de indivíduos infectados. Com relação aos sinais e sintomas, podem ser bem variados, sendo os mais comuns a febre, cefaleia, vômitos e, na maioria dos casos, surgem também manchas avermelhadas ou equimoses (manchas roxas) na pele. Em crianças menores de 1 ano podem estar presentes também a irritabilidade, choro persistente e/ou abaulamento de fontanela.

A vice-presidente do Conselho ressaltou a importância dos profissionais de saúde estarem capacitados para o reconhecimento dos sinais e sintomas, como também fazer a quimioprofilaxia em tempo oportuno.

Da acordo com ela, o município que tiver casos suspeitos deve de imediato comunicar ao Centro de Informações Estratégias em Vigilância e Saúde (Cievs) e acionar a regulação estadual caso o paciente necessite de transferência para as referências hospitalares, que são atualmente o Hospital Escola Dr. Élvio Auto, HGE e Hospital da Criança.

A doença meningocócica é de notificação compulsória imediata (ou seja em até 24 horas) e qualquer individuo que identifique os sinais e sintomas deve comunicar de imediato as autoridades sanitárias.

Fonte: AMA Notícias

Comente o que achou:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas

“Vamos fazer a Ponte de Penedo, o Arco Metropolitano de Maceió e concluir a BR-101/AL”, destaca Renan Filho

“Vamos fazer a Ponte de Penedo, o Arco Metropolitano de Maceió e concluir a BR-101/AL”, destaca Renan Filho

Ministro reforçou a importância das obras durante palestra de abertura do Gazeta de Alagoas Summit Mobilidade; estado recebe R$ 1,8 bilhão através do Novo PAC Facilitar a vida de quem

Águas do Sertão inicia programa intensivo de combate às perdas de água em Alagoas

Águas do Sertão inicia programa intensivo de combate às perdas de água em Alagoas

Em uma iniciativa que promete trazer grande avanço para o cenário do saneamento no sertão alagoano, a concessionária Águas do Sertão anuncia a execução de um programa intensivo de combate

Sancionada lei que garante tarifa social de água e esgoto para famílias de baixa renda

Sancionada lei que garante tarifa social de água e esgoto para famílias de baixa renda

Iniciativa beneficia famílias com descontos de 50% na prestação desses serviços. Texto foi sancionado pelo presidente da República em exercício, Geraldo Alckmin As famílias de baixa renda de todo o

CGU abre investigação para apurar possíveis irregularidades na importação de arroz pela CONAB

CGU abre investigação para apurar possíveis irregularidades na importação de arroz pela CONAB

A pedido da CONAB, a Controladoria vai apurar o caso A Controladoria-Geral da União (CGU) abre investigação para apurar possíveis irregularidades na importação de arroz pela Companhia Nacional de Abastecimento

Governo Federal investirá R$ 1 bilhão para ampliar consultas e reduzir tempo de espera

Governo Federal investirá R$ 1 bilhão para ampliar consultas e reduzir tempo de espera

Além de tornar mais fácil o acesso dos pacientes a consultas ambulatoriais, o programa amplia a oferta de serviços integrados que permitem a redução de filas O objetivo é ampliar

AMA capacita técnicos municipais sobre as regras da nova contabilidade fiscal

AMA capacita técnicos municipais sobre as regras da nova contabilidade fiscal

Seguindo o calendário de capacitações e aperfeiçoamento das equipes técnicas das cidades, a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), promoveu na última terça e quarta-feira (11 e 12), mais um curso