Licitar

Generic selectors
Apenas correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors
post

Órgãos públicos recebem licença para uso do ChatTCU

Concessão da ferramenta de inteligência artificial generativa para outros órgãos da administração busca promover a inovação e o aprimoramento da gestão pública

O Tribunal de Contas da União (TCU) deu início ao processo de cessão do código-fonte da ferramenta ChatTCU para uso na administração pública. Os primeiros órgãos a serem licenciados serão o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) e os Tribunais de Contas do Distrito Federal e dos Estados do Acre e do Ceará. A ferramenta ChatTCU utiliza inteligência artificial (IA) generativa, ou seja, é capaz de criar informações, em vez de apenas analisar ou reproduzir dados existentes.

A cessão, que está em fase final de ajuste de documentação, acontecerá mediante a assinatura de contrato de licenciamento, sem ônus, pelo TCU e os órgãos interessados. O rito está previsto na Portaria TCU 69/2010, que regulamenta o licenciamento de uso das soluções de TI desenvolvidas internamente.

Lançado em março de 2023, o ChatTCU está em constante evolução. Em sua 4ª versão, a solução busca apresentar cada vez mais funcionalidades, além de garantir a segurança de dados sigilosos que podem ser compartilhados na ferramenta. A concessão da ferramenta para outros órgãos públicos busca promover a inovação e o aprimoramento da gestão pública.

Parcerias para o desenvolvimento tecnológico

O primeiro órgão licenciado, o MGI, reuniu-se recentemente com o Núcleo de Inteligência Artificial (NIA) do Tribunal para conhecer o estado atual do projeto, as funcionalidades disponíveis até o momento e os próximos passos planejados. A equipe técnica do MGI teve a oportunidade de conhecer e compreender a evolução do ChatTCU, desde a sua concepção até a última versão lançada.

Esses encontros são importantes para que as equipes conheçam as principais funcionalidades da ferramenta, como a capacidade de fornecer informações sobre arquivos carregados em diversos formatos e de gerar resumos de documentos e processos a partir da integração da solução com outros sistemas do TCU.

Os especialistas participantes dos encontros ressaltaram a necessidade de capacitação em IA e tecnologias de nuvem, bem como a importância de documentar e compartilhar conhecimentos e práticas para facilitar a implementação e o uso dessas tecnologias em diferentes órgãos do governo.

A discussão também abordou a viabilidade de desenvolver modelos especializados para tratar de temas específicos.  A personalização das ferramentas pelos usuários foi considerada uma maneira de aumentar a flexibilidade e relevância das respostas fornecidas, permitindo que cada usuário configure suas próprias bases de conhecimento para consulta.

Compartilhamento do código-fonte

Ao compartilhar o código-fonte da solução, o TCU permite que outras entidades governamentais se beneficiem de uma ferramenta de inteligência artificial avançada, promovendo a inovação e a melhoria dos serviços públicos. Esta iniciativa está alinhada com a diretriz institucional de impulsionar a transformação digital na Administração Pública, visando otimizar os recursos públicos por meio do compartilhamento de conhecimento e tecnologias.

Sobre o ChatTCU

ChatTCU é o assistente virtual baseado em inteligência artificial (IA) criado pelo TCU para uso de todos os servidores, terceirizados e estagiários da Casa. A solução, que está em constante evolução, busca apresentar cada vez mais funcionalidades, além de garantir a segurança dos dados sigilosos que podem ser compartilhados na ferramenta.

Recentemente, em abril deste ano, a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) apontou o TCU como instituição de ponta no uso de inteligência artificial. A organização entrevistou 59 organizações, de 39 países, e o Tribunal é a única que demonstra estágio avançado de uso de IA generativa, com o desenvolvimento do ChatTCU. O trabalho avaliou as oportunidades e desafios relacionados ao uso da IA por atores governamentais, incluindo agências anticorrupção e Instituições Superiores de Controle (ISC).

De acordo com a OCDE, o desenvolvimento do ChatTCU ilustra como esse tipo de tecnologia pode ser utilizada para aumentar a eficiência dos auditores na coleta e revisão de documentações. Os LLMs (Large Language Models, ou “Grandes Modelos de Linguagem”, em tradução livre) são modelos de aprendizado de máquina treinados para aprender e gerar informações a partir de grandes bases de dados.

 O ChatTCU, desenvolvido pelo Tribunal de Contas da União, utiliza essa tecnologia e foi apontado pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) como a única instituição governamental com uso avançado de IA.

Fonte: Secom TCU

Comente o que achou:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas

CGU, PF, MPF e Receita deflagram a Operação Casa de Ouro no Mato Grosso do Sul

CGU, PF, MPF e Receita deflagram a Operação Casa de Ouro no Mato Grosso do Sul

Objetivo é apurar a prática de corrupção e lavagem de dinheiro. Em razão da existência de autoridades com prerrogativa de foro, as ordens foram emitidas pelo STJ Controladoria-Geral da União

Políticas públicas de Tecnologia da Informação e Comunicação precisam de mais transparência, analisa TCU

Políticas públicas de Tecnologia da Informação e Comunicação precisam de mais transparência, analisa TCU

Mapeamento do setor identificou 15 planos, estratégias ou programas associados, com total de recursos alocados em torno de R$ 15 bilhões O Tribunal de Contas da União (TCU) analisou, na

CGU e Polícia Federal desmontam esquema de fraude na Prefeitura de Santaluz (BA)

CGU e Polícia Federal desmontam esquema de fraude na Prefeitura de Santaluz (BA)

Operação Santa Rota constata irregularidades em licitação para contratação de transporte escolar no município, com desvio de recursos em torno de R$ 3 milhões Controladoria-Geral da União (CGU) participa, nesta

Novos Incentivos do Plano Safra prometem mais produtividade e renda na agricultura familiar

Novos Incentivos do Plano Safra prometem mais produtividade e renda na agricultura familiar

Mecanização do campo e fundo garantidor ampliam as oportunidades para agricultores familiares Divulgação/MDA Plano Safra tem o objetivo de potencializar a produção, permitindo que agricultores produzam mais com menos esforço

Atenção: Prorrogação do prazo SIAP 

Atenção: Prorrogação do prazo SIAP 

O Tribunal de Contas de Alagoas(TCE/AL), prorrogou em caráter excepcional e impostergável, o prazo de entrega da quinta remessa do calendário de 2024 do Sistema Integrado de Auditoria Pública (SIAP).

PEC que alivia contas dos municípios passa pela primeira sessão de discussão

PEC que alivia contas dos municípios passa pela primeira sessão de discussão

O Plenário do Senado promoveu, nesta terça-feira (2), a primeira sessão de discussão da proposta de emenda à Constituição (PEC) que estabelece medidas para aliviar as contas dos municípios. A PEC